Um vídeo que circula pelas redes sociais mostram o representante do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de São Carlos, Amador Bandeira, afirmando que a Suzantur não terá condições de pagar salários a partir do próximo mês. Segundo Bandeira, o proprietário da empresa de transporte coletivo, Claudinei Brogliato, afirmou que sem o pagamento do subsídio pela Prefeitura de São Carlos não há como assegurar a refularidade nos salários dos trabalhadores.

ASSISTA AO VIDEO

A Prefeitura deve mais de R$ 5 milhões em subsídio. Amador Bandeira afirma ainda no vídeo, que foi gravado no refeitório da empresa, que pediu por escrito ao proprietário da empresa a possibilidade de não se pagar os salários.

Bandeira quer realizar uma mesa redonda no Ministério do Trabalho para resolver os problemas. Ele também pediu uma reunião com o secretário de Transporte. De acordo com o representante do sindicato, a Suzantur afirmou que não tem mais como manter os investimentos em São Carlos sem o pagamento do subsidio.

Para Bandeira se a situação não for revertida a Suzantur pode sofreros mesmo problemas que a Athenas Paulista. “Se atrasar o pagamento tenham a certeza de uma coisa, nós vamos parar o transporte na cidade”, afirmou.

Ele disse também que se o ticket atrasar também irá mobilizar a categoria e paralisar as atividades dos profissionais. “Por enquanto está tudo em ordem, mas pode ocorrer de atrasar. Não podemos cair na mesma coisa que aconteceu com a Athenas”, disse Bandeira.

O representante do Sindicato disse ainda que existe uma possibilidade da empresa estar utilizando o sindicato para conseguir receber os R$ 5 milhões, porém Bandeira afirmou que não pode esperar acontecer o pior para o trabalhador.

Alguns funcionários reclamaram que o ticket alimentação não está sendo depositado para funcionários que entraram em greve. “Eles não estão pagando porque não estão recebendo. Eles podem entrar em colapso, como aconteceu com a Athenas”, disse Amador.

Ainda segundo alguns funcionários reclaram que a empresa ainda não está pagando a hora de transporte de casa ao trabalho, feriados e a hora de almoço foi colocado das 7 às 8 horas. “Ninguém almoça às 7 horas da manhã”, disse o funcionário.

“O que está por vir é bem pior do que vocês estão reclamando. A coisa vai ficar muito, mas muito pior”, disse Bandeira.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Suzantur notifica Prefeitura e afirma que transporte está à beira do caos

A Suzantur, que opera o transporte coletivo em São Carlos na modalidade emergencial, notif…