Home Destaque BARRACO: Discussão entre Paraná Filho, Moisés Lazarine e Lucão Fernandes quase acaba em confusão

BARRACO: Discussão entre Paraná Filho, Moisés Lazarine e Lucão Fernandes quase acaba em confusão

0

Um barraco. É assim que se classifica a discussão entre os vereadores Paraná Filho (PSB), Moisés Lazarini (DEM) e Lucão Fernandes (PMDB). Tudo começou quando Paraná subiu na Tribuna para discutir o tema “Semana do Evangelho” – uma programação de festas ligadas aos evangélicos de São Carlos. Paarná questinou a postura do vereador Moisés Lazarine, chamando-o de traidor. Paraná também criticou duramente o Conselho de Igrejas Evangélicas de São Carlos e o pastor Ismael. Segundo o parlamentar do PSB, mesmo com algumas irregularidades na lei havia um acordo para a realização do evento, porém segundo Paraná, Lazarini atravessou o acordo com anuência do pastor Ismael.

“Por acaso a semana do evangelho é do Comesc? Uma festa feita com dinheiro do povo é exclusiva do Comesc? para participar tem que pedir a bênção para o pastor Ismael? É isso que vocês querem?”, disse Paraná Filho. O vereador disse também que a bancada evangélica da Câmara “come na mão do pastor Ismael”.

Esta fala gerou a revolta de Lazarine e Lucão Fernandes. Lazarine disse que não traiu ninguém e  e que respeita o seu pastor. Disse ainda que Paraná Filho fica de conversinhas e picuinhas. “Vamos discutir assuntos sérios da cidade”, disse. Lucão Fernandes pediu uso da palavra e o tempo do PMDB para repudiar a fala de Paraná.

Lucão disse que não come na mão de ninguém e que nenhum pastor determina o que ele faz no Legislativo. “Tenho respeito pelo pastor que me orienta, orienta minha família, mas não sigo aqui qualquer cosia a que não seja nada que minha consciência determina”, disse.

Ao sair da Tribuna um bate boca entre Lucão Fernandes, Paraná e o assessor de Lazarine quase terminou em briga. Lucão foi para cima de Paraná, como também o assessor do vereador do DEM. Depois do bate boca, Lucão pediu desculpas ao presidente da Sessão, Marquinho Amaral (PMDB).

ASSESSORES

A Postura dos assessores de Moisés Lazarini mais uma vez tiveram uma atitude que não corresponde com o cargo. O assessor de Moisés foi para cima de Paraná Filho e ficava pelos corredores provocando. Outra assessora, Missionária Rutinha, ex-cabo eleitoral de Dé Alvim (SDD) também ficava provocando pessoas nos corredores do plenário. Ela afirmava: “Quem ele pensa que é? Os evangélicos dominaram o mundo e São Carlos também”.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Suzantur notifica Prefeitura e afirma que transporte está à beira do caos

A Suzantur, que opera o transporte coletivo em São Carlos na modalidade emergencial, notif…